UNDER THE DESERT SKY – ANDREA BOCELLI

UNDER THE DESERT SKY – ANDREA BOCELLI

 

UNDER THE DESERT SKY – ANDREA BOCELLI 
 
Este Dvd lançado pelo cantor, compositor italiano de grande prestígio mundial, Andrea Bocelli, no ano de 2006 para o selo Universal/Sugar Records, é um dos meus preferidos e o considero como um dos principais da sua carreira.
Por vários motivos: pela produção simplesmente impecável assinada pela dupla premiadíssima David Foster e Humberto Gatica, pela incrível seleção dos temas escolhidos, também pelos convidados especiais e principalmente pela impecável edição de imagens. Emociona do princípio ao fim e mostra todo talento desse artista único e surpreendente, que impressiona pela sua intensa “performance” e pela sua voz marcante, que é um poderoso instrumento.
Gravado ao vivo no Lake Las Vegas Resort (localizado no Estado de Nevada, nos arredores da cidade de Las Vegas), ele contém basicamente as canções do Cd “Amore”, onde o ritmo latino e romântico, estão fortemente presentes.
Andrea Bocelli foi criado em uma comunidade rural entre as inspiradoras vinhas e as oliveiras na Itália (na região de Pisa) e começou sua ligação com a música com apenas seis anos de idade, primeiro com o piano e depois a flauta e o saxofone. Mas seu verdadeiro instrumento é a sua belíssima voz, definida alguns anos mais tarde.
Em sua carreira de sucesso, ele já tem a expressiva marca de mais de setenta milhões de álbuns vendidos pelo planeta, tornando-se um dos cantores mais populares e cultuados da atualidade, passeando com muito talento pelo repertório clássico e popular.
O Dvd “Under The Desert Sky” apresenta um repertório impecável e traz as principais músicas românticas que marcaram sua carreira de sucesso absoluto e que o tornaram um artista inquestionável.
Para você ter uma pequena amostra, a abertura do Dvd já vale por todo o resto. O clip inicial com o tema “Amapola”, um dos meus favoritos, mostra lindíssimas imagens aéreas do resort onde o show foi gravado e que depois se mesclam naturalmente com o início do show propriamente dito. Perfeito e emocionante. E tenho que confessar que todas as vezes que assisto esta abertura, me emociono. E não se preocupe em deixar as lágrimas fluírem. É emoção pura. É preciso apenas sentir.
Outros temas merecem destaque como “Besame Mucho”, “Somos Novios”, “Pero Te Extraño”, “Estate”, “September Morn”, “Can’t Help Falling In Love”, “Solamente Uma Vez”, “Autumn Leaves”, “Porque Tu Me Acostumbraste” e “Because We Believe”.
E ele estará de volta ao Brasil no início do mês de dezembro para uma única e concorrida apresentação na cidade de São Paulo no Jockey Club. Se o seu bolso permitir, é um show imperdível e com absoluta certeza, será também inesquecível.
 
 
 

Luciana Souza – “Duos III”

 

A cantora e compositora Luciana Souza, é mais um daqueles casos de ter sua bela voz mais reconhecida nos Estados Unidos do que em sua terra natal, o Brasil.
Com muito vigor e ousadia, acaba de lançar dois Cd`s simultaneamente, um em homenagem ao trompetista e cantor Chet Baker e o Duos III, que aqui destaco e que encerra a celebrada série de voz e violão, que deu a esta paulista radicada em Los Angeles, duas de suas quatro indicações para o consagrado prêmio Grammy.
E com estes dois discos ela retorna a gravadora Sunnyside, que a projetou para o mercado americano e que ela considera como a sua segunda casa.
Nestas últimas décadas, Luciana Souza flertou como Jazz, com a Música Clássica (onde gravou com Orquestras Sinfônicas) e pode desenvolver seu lado criativo de compositora, ao lado do seu marido, o premiado produtor musical, Larry Klein.
A bagagem musical veio de berço. Ela é filha dos saudosos, Walter Santos (um dos pioneiros da Bossa Nova) e de Teresa Souza (produtora musical), que foram figuras muito importantes da música instrumental brasileira, à frente do selo Som da Gente, responsável por lançamentos preciosos em nosso mercado musical.
Em “Duos III”, ela esteve ao lado das feras do violão, Romero Lubambo e Marco Pereira e também do incrível Toninho Horta, com quem gravou pela primeira vez.
Destaque para os temas “Tim Tim Por Tim Tim” e “Doralice” (homenageando João Gilberto), “Pedra da Lua” e “Beijo Partido” (de seu ídolo Toninho Horta), “As Rosas não Falam” (homenageando Cartola) e também “Inútil Paisagem” e “Dindi” (reverência para o nosso eterno maestro Tom Jobim).
Um disco simples, envolvente e que pode ser ouvido com uma taça de vinho na mão. Sugestão da própria Luciana Souza. Experimentei desta forma e recomendo.
 

Eugenia Melo e Castro – “Um Gosto de Sol”

A cantora e compositora portuguesa Eugenia Melo e Castro, lançou recentemente pelo selo Sesc, um Cd sensível que homenageia vários compositores mineiros do famoso Clube da Esquina, que desde o início da sua carreira a influenciaram de forma muito forte.
Manteve com isso, a tradição da ponte artística e cultural entre o Brasil e Portugal, principalmente pela sua relação muito próxima com os compositores brasileiros.
Com trinta anos de carreira, o disco comemora todos estes anos de estrada e também é um retorno às origens: Minas Gerais, onde ela sempre visita quando vem ao Brasil.
Para lembrar, seu primeiro trabalho foi produzido por Wagner Tiso em 1980, depois de Eugenia passar pelas artes gráficas  e pelo cinema como atriz.
Participaram desta grande celebração, de forma absoluta e especial, Milton Nascimento, Toninho Horta, Wagner Tiso, Chico Amaral, Túlio Mourão e Débora Falabella. E as onze faixas do disco foram gravadas em Belo Horizonte e contaram com a produção e os arranjos do competente Robertinho Brant.
Curiosamente demorou três anos para ser finalizado em razão do cuidado e do perfeccionismo de Eugenia.
Destaco a faixa título “Um Gosto de Sol”, “Luz e Mistério”, “Sol de Primavera”, “Cais”, “Fogo de Palha” e a inédita “Vaga no Azul”.
Um cruzamento perfeito de gerações e sonoridades do Brasil e Portugal, que tem na sua história, inúmeras e íntimas relações de afinidade. O melhor da Música Popular Brasileira cantado por uma portuguesa.
 

Postado em: 03/12/2012

 


Comentários
Ainda não há comentários.
Deixe seu comentário

Deixe um comentário. É importante o preenchimento de todos os campos.




Digital Jazz

Enquete

Qual destes estilos você aprecia mais?






Parceiros

bossa fest
jazz fest




O material em áudio e video disponibilizado através deste site é utilizado apenas para fins culturais e não-comerciais, descartando qualquer incentivo à pirataria e quebra de direito autoral.